Sinais de que seu cão ou gato não está bem!

Sinais de que seu cão ou gato não está bem!

Sabemos que os cães são sempre cheios de energia e vitalidade. Eles estão sempre em busca de novas brincadeiras, petiscos e carinhos de seus tutores. Por isso mesmo, não é difícil identificar quando o cachorro não está bem. Basta que ele fique um pouco apático, sem disposição e sem apetite para sabermos que alguma coisa está errada. Se você assim como nós se preocupa com o bem estar do seu pet e está sempre atento para saber se está tudo certinho com o seu bichinho, separamos algumas dicas de como perceber e prestar atenção nos sinais que os nossos pet dão. A saúde dos nossos filhos de 4 patas sempre serão prioridades.


Para aqueles papais ou mamães de cachorros, aqui vão algumas dicas para te ajudar a prever e até mesmo garantir que seu doguinho ou gatinho não fique doente.

https://www.kravo.com.br/pages/pets

 

Alteração na respiração: mudança de ritmo respiratório, falta de ar, emissão de sons estranhos, mucosas e línguas arroxeadas, espirros e tosses, são alguns sinais que precisam de atenção.


Secreção nasal: Secreção excessiva de cor branca, amarela, ou verde podem indicar alergias, infecções e até mesmo cinomose.


Mau hálito: Algumas pessoas costumam achar normal o mau hálito canino, mas ele não é. O odor pode indicar doenças bucais e até um tumor oral.


Olhos amarelados: Se algo parece estranho no olhar do seu pet, observe atentamente a íris e pupila. Se ele estiver com icterícia, a parte branca do olho estará amarelada. 


Correr atrás do próprio rabo: Cachorros adoram correr em círculos, mas o hábito em animais mais velhos pode indicar muito mais que apenas uma brincadeira. Correr atrás do rabo ou "abocanhar" objetos voadores imaginários são sinais de epilepsia.


Cabeça sempre inclinada: Sim, essa pose é muito fofa! Mas atenção: se o seu pet passa muito tempo nessa posição é preciso levá-lo ao veterinário. O movimento lateral pode indicar inflamação auditiva.


Quedas de pelos: É normal o animal soltar pelos. Se você, no entanto, notar um aumento na queda, procure um veterinário. O sintoma pode indicar alergias, ácaros ou algum problema hormonal.


Olhos vermelhos: Algumas raças já possuem os olhos avermelhados. Nesses casos, é preciso observar atentamente se há um aumento da vermelhidão. O sintoma pode indicar hemorragia, que se não tratada imediatamente, pode acarretar na perda de visão.


Mudanças de humor: Seu cachorro é seu melhor amigo. Então, confie em seus instintos. Se notar alguma mudança de humor, se ele não te recebe em casa com a mesma festa de sempre ou se está menos sociável, leve-o para uma visita ao veterinário.



Aqui vão algumas dicas especiais para aqueles que são papais e mamães de gatos. Há quem diga que os felinos são os pets ideais para o mundo moderno. Graças ao seu comportamento independente, muitas tarefas do dia a dia são facilitadas, combinando perfeitamente com uma rotina agitada! Mas tanta independência pode dificultar alguns pontos, como perceber um gato doente. 


Como os bichanos mantêm seus sentidos de pequenas feras, é sempre muito difícil perceber um gato doente. Entretanto, alguns sinais ajudam a saber quando seu pet precisa de ajuda! Continue lendo para aprender. Aqui vão algumas dicas para te ajudar a ficar de olho caso seu bichinho apresente alguns desses sinais.

Alteração de comportamento: Essa é a primeira dica de como saber se o gato está doente. Todo tutor conhece seu pet como ninguém. Por isso, você é a pessoa mais indicada para perceber que seu amigo está diferente. O comportamento pode alterar de acordo com a personalidade do peludo. 


Falta de apetite: Quem tem um bichano em casa sabe que nossos amigos não resistem a um bom pote de ração. Em alguns casos, basta ouvir o barulho da embalagem do alimento para que o peludo abandone tudo o que está fazendo na tentativa de obter seu petisco favorito! 


Vômitos e náuseas: No caso dos bichanos, os vômitos podem ser um pouco mais frequentes. Graças aos seus hábitos de limpeza, é comum que os felinos regurgitem de vez em quando. Quem nunca viu um gato expelir a famosa “bola de pelos”? 

Entretanto, se o pet está vomitando com frequência, talvez esse seja um sintoma de um problema de saúde. Outros sinais de alerta incluem: tentar vomitar e não conseguir e vômito com aspecto escuro, sanguinolento ou fétido. Se isso ocorrer com seu peludo, busque um veterinário o mais rápido o possível. 


Dificuldade de locomoção: Os bichanos são conhecidos por sua capacidade atlética! Geralmente, os bigodudos não têm dificuldade para saltar grandes distâncias ou passar por locais apertados. Por isso, a dificuldade de locomoção sempre merece atenção. 

 

Falta de higiene: Por fim, um dos sinais mais claros de um gato doente: a falta de higiene. Como sabemos, os bichanos são pets muito limpinhos. Gostam de tomar banhos diários e não suportam um espaço mal organizado.

Gostou das dicas que separamos? Conte-nos o que achou.

Se quiser presentar seu pet e dar um conforto ainda melhor para ele, venha conheçer a nossa linha Kravo Pets. Basta acessar www.kravo.com.br ou clicar aqui.
Voltar para o blog

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.